WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

7 dicas para quem vai comercializar hortaliças processadas

O interesse crescente dos consumidores por produtos sadios, de preparo rápido e fácil, tem impulsionado o mercado dos produtos minimamente processados

7 dicas para quem vai comercializar hortaliças processadas   Artigos CPT

O interesse crescente dos consumidores por produtos sadios (sem colesterol, com pouca ou nenhuma gordura, baixo valor calórico, elevado teor de fibra, vitaminas e sais minerais), de preparo rápido e fácil, tem impulsionado o mercado dos produtos minimamente processados. Porém, tanto os clientes como os consumidores devem estar motivados e dispostos a pagar pela conveniência e qualidade dos mesmos. Não se pode esquecer que os produtos com valor agregado devem competir diretamente com o produto fresco pelo mesmo espaço na prateleira de venda no varejo.

O sucesso na comercialização dos produtos minimamente processados depende de vários fatores importantes, dentre os quais salientam-se os seguintes:


1- o controle de qualidade deve ser realizado, com monitoramento da temperatura e das condições do produto na embalagem.

2- respeitar sempre os prazos de validade.

3- as flutuações na temperatura e os procedimentos do manuseio são mais críticos para os produtos minimamente processados que para os comercializados “in natura”.

4- treinamento do pessoal para conscientização da necessidade e da importância do uso de condições adequadas de transporte e armazenamento.

5- a perda de qualidade ao nível de varejo é usualmente decorrente do abuso de temperatura inadequada e da baixa rotatividade do produto.

6- assegurar a entrega, mantendo a disponibilidade do produto no tempo certo e em quantidades adequadas para os múltiplos clientes. A entrega deve ser rápida (de 24 a 36 horas no máximo) após o pedido e em curtos períodos, utilizando veículos refrigerados.

7- o produto deve ter preço competitivo no mercado.

As perspectivas são promissoras para o aumento da comercialização, notadamente para vendas no varejo (supermercados) que podem suprir a demanda de produtos de conveniência para o uso doméstico.

O sucesso depende, em grande parte, da higiene e saneamento no processamento, melhoria na tecnologia de embalagem e uso de temperatura adequada na cadeia do frio desde produção, distribuição, armazenamento e locais de disposição do produto para o manuseio e aquisição pelo consumidor.

Conheça os Cursos CPT da área Agricultura Orgânica.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!