WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vaca estressada pare bezerros problemáticos. Sim ou não?

Sim. É importante esclarecer que o estresse na gestação pode causar problemas sérios aos bezerros no pós-parto

Vaca estressada pari bezerros problemáticos. Sim ou não?   Artigos CPT

 

Você é pecuarista, profissional da área ou até mesmo alguém interessado em entrar para o ramo e quer saber se há relação entre uma vaca prenhe e seu filhote ainda no ventre? A resposta é sim, principalmente quando se tratar de estresse.


E, por falar nisso, é importante esclarecer que "o estresse na gestação pode causar problemas sérios aos bezerros pós-parto", explica Pedro Henrique de Araújo Carvalho, professor do Curso CPT Cuidados com a Saúde do Bezerro.

Mas, afinal, quais são esses problemas causados pelo estresse da vaca prenhe aos bezerro? Pois bem, vamos a eles:


1- Bezerros leves ao nascimento, os quais têm até três vezes mais propensão de morrerem em função dos desafios a que são submetidos.
2- Comprometimento da formação fetal, especialmente dos órgãos do trato gastrointestinal, que terão dificuldade de absorver os anticorpos contidos no colostro.
3- As vacas submetidas a altos níveis de estresse no pré-parto produzem colostro de qualidade inferior.
4- Parto prematuro.
5- Há evidências que apontam que bezerras cujas mães sofreram estresse térmico durante sua gestação produzem menos leite na sua primeira lactação.

Pensando nisso, há a necessidade de oferecer às vacas gestantes instalações higiênicas, ambiente com taxa de lotação adequada, conforto térmico e tratamento tranquilo.


Nesse sentido, dentre muitas medidas que atendem essas exigências, vale destacar o fornecimento de:


- Áreas adequadas para descanso, com camas apropriadas e ambiente limpo e seco para evitar problemas de casco.
- Espaço suficiente no cocho por vaca, para evitar que haja disputa de alimento e água e que algumas, devido à hierarquia social, não recebam alimento e água suficientes. No período de transição da fase pré-parto (três semanas que antecedem o parto), o espaçamento de cocho deve
ser superior a 90 cm para não comprometer ainda mais o consumo de matéria seca.
- Ambiente sombreado e ventilado para não sofrerem com estresse térmico.
- Tratamento calmo, sem gritos e movimentos bruscos por parte dos tratadores.

Para controle do estresse na gestação, é importante observar também a condição da maternidade. Existem no Brasil diferentes tipos de maternidades em que os animais são criados de forma intensiva, como em galpões de Compost Barn, Free Stall ou a pasto/piquetes.

Os galpões possuem como vantagem o controle de temperatura. No entanto, no momento do parto, a vaca deverá ser levada para um galpão com instalação adjacente (baia maternidade), com chão de cimento e uma cama com feno ou palha.

Já na maternidade a pasto, deve-se atentar para as seguintes condições:


- Os piquetes precisam garantir uma adequada higiene e cobertura vegetal, promovendo o alinhamento do bezerro no pós-nascimento.
- Fornecimento de sombra com espaçamento adequado, garantindo que a maternidade tenha capacidade de suportar a quantidade de animais que irão parir ao mesmo tempo.

Todos esses cuidados com a vaca para garantir uma instalação adequada, um bom manejo nutricional e a não ocorrência do estresse serão essenciais para gerar um bezerro saudável.


Gostou da matéria? Quer saber mais sobre o Curso CPT? Assista ao vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Corte.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!