WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Custo de produção de leite: o que considerar no cálculo?

Vários itens devem constar na elaboração de uma planilha para o cálculo real do custo de produção de leite

Pecuarista leiteiro - imagem ilustrativa

Marcelo Carvalho de Souza, professor do Curso CPT Gestão Econômica e Financeira na Pecuária Leiteira, destaca que obter alta lucratividade na atividade leiteira é o que todo produtor quer. Para atingir esse objetivo, o segredo está na implementação de um verdadeiro método de gestão financeira e econômica na pecuária de leite, indo muito além de números.

O cálculo que determina o custo de produção de leite é, muitas vezes, negligenciado, o que pode dificultar a vida dos pecuaristas. Para que se chegue a um valor preciso, vários itens devem ser levados em conta, exigindo dos criadores de bovinos leiteiros atenção para a elaboração de uma planilha apropriada e precisa.

No caso dos pequenos produtores, essa elaboração ainda possui um peso maior, pois o controle econômico e técnico da sua produção é imprescindível para a eficiência do seu negócio. Confira, a seguir, todos os 17 itens que devem constar em uma planilha para o cálculo do custo de produção de leite:

- Despesas com mão-de-obra, como pagamentos de diaristas e mensalistas;

- Despesas com alimentação do rebanho, como gastos com a compra de concentrados, insumos gastos na produção de alimentos volumosos e leite fornecido aos bezerros ao preço de venda do leite;

- Outras despesas, por exemplo, gastos com vacinas, medicamentos, material de limpeza e de manutenção de benfeitorias, máquinas e equipamentos, sêmen, energia elétrica, transporte de leite, impostos, taxas e tudo o que for gasto sem estar relacionado à alimentação;

- Custo do capital, que se refere ao valor estimado de benfeitorias, máquinas e equipamentos, pastagens, canavial, animais de serviço e de rebanho, capital de giro, entre outros. Esse item é necessário pois, por exemplo, o capital tem um custo para o produtor e poderia ter sido direcionado a outra finalidade. Esse cálculo é mais complicado, mas, geralmente, representa o valor de 20% do custo operacional efetivo;

- Despesas financeiras, referentes a juros e amortizações pagos sobre o capital de giro e sobre os novos investimentos realizados, por exemplo;

- Custo total, que é o resultado da soma dos 5 itens anteriores;

- Receita total, isto é, o valor de todas as vendas de leite, de animais e de qualquer outro subproduto da atividade leiteira;

- Receita com a venda do leite, devendo-se separar o valor do leite vendido de outras vendas para que se obtenha um panorama mais preciso da receita obtida com o leite;

- Outras vendas, relacionadas a subprodutos do leite;

- Lucro líquido, valor obtido a partir da subtração do custo total da receita total;

- Leite total produzido, que engloba a quantidade de leite vendido, o leite de bezerros e o leite utilizado para consumo próprio ou para a indústria caseira;

- Leite vendido, item que é autoexplicativo e que será importante no cálculo do preço médio recebido por litro;

- Custo por litro de leite produzido, valor obtido a partir da divisão do custo total pela quantidade total de leite produzida;

- Valor mensal recebido por litro de leite, conseguido com cálculo dividindo-se a receita obtida com a venda de leite pelo total de litros de leite vendido no mês;

- Lucro por litro de leite, mais um cálculo que deve ser feito, com a divisão do lucro líquido pelo total de leite produzido no mês;

- Número de vacas no rebanho, dado que deve estar sob controle de produtor para que seja possível calcular a produção de leite por vaca do rebanho;

- Produção de leite por vaca do rebanho, índice constatado utilizando-se mais um cálculo: divisão da quantidade total de leite produzido pelo número de vacas do rebanho.

A planilha comportar os dados de diferentes períodos – um mês, um semestre ou até um ano – e serve para que os pecuaristas tenham valores reais dos custos com a produção de leite. A partir dela, é possível identificar pontos que promovam mudanças na cadeia de produção e que podem, inclusive, aumentar os lucros com a atividade leiteira. Essa planilha envolve cálculos aparentemente simples, mas que são determinantes para o pecuarista, sendo recomendado que eles sejam feitos com o auxílio de um profissional.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Leite:

Gestão Econômica e Financeira na Pecuária Leiteira
Gestão Zootécnica na Pecuária Leiteira
Produção de Leite em Pasto

Fonte: TUPY, Oscar et al. Circular Técnica, 32 - Planilha para Cálculo do Custo de Produção de Leite na Agricultura Familiar. 2002. Pesquisadores da Embrapa Pecuária Sudeste. Disponível em: https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/45571/4/PROCICircT32OT2002.00003.PDF. Acesso em: 26 jan. 2021.
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!