WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Gestão zootécnica na pecuária leiteira: a qualidade do leite

As Instruções Normativas 76 e 77 de novembro de 2018 são responsáveis por modificações nas etapas das cadeias produtivas do leite

Gestão zootécnica na pecuária leiteira: a qualidade do leite   Artigos CPT

 

As Instruções Normativas 76 e 77 de novembro de 2018 são responsáveis por modificações nas etapas das cadeias produtivas do leite, afirma Lucas Repolês Lourenço, professor do Curso CPT Gestão Zootécnica na Pecuária Leiteira. As principais premissas dessas Normativas e que mais impactam na atividade leiteira são:


I- Contagem Padrão em Placas (CPP): após 3 médias trimestrais fora do padrão a propriedade terá a coleta de leite interrompida;
II- Contagem de Células Somáticas (CCS)
III- Plano de qualificação dos fornecedores de leite: autocontrole realizado pelo laticínio, cuja elaboração, implantação e execução são de total responsabilidade do laticínio.

A qualidade do leite está diretamente relacionada a:

- Ausência de bactérias causadoras de doenças;
- Mínima contaminação bacteriana;
- Reduzida contagem de células somáticas: a CCS mede o nível de mastite presente no rebanho;
- Boas características de sabor e odor;
- Ausência de drogas ou adulterantes; e
- Ausência de inibidores – antibióticos.

É preciso se preocupar em cumprir os parâmetros estabelecidos pelas instruções normativas porque:

- É uma exigência legal que visa melhorar a qualidade do leite (IN 76);
- Sistema de pagamento por qualidade: os laticínios pagam de acordo com a qualidade do leite;
- Aumentar a eficiência reduzindo os custos e as perdas na produção: a contagem alta de células somáticas resulta em perda de produção;
- Manter a saúde do úbere das vacas (mastite);
- Reduzir despesas com medicamentos; e
- Produzir alimento de qualidade.

O que é CPP?


A sigla CPP significa Contagem Padrão em Placas e antes era denominada CBT, Contagem Bacteriana Total. CPP é uma definição introduzida pela IN 76 e determina o grau de contaminação do leite desde a ordenha até a chegada ao laticínio. O controle do crescimento das bactérias está relacionado à:

- Higiene dos equipamentos e utensílios;
- Higiene do ordenhador para os procedimentos; e
- Velocidade de refrigeração do leite para evitar a multiplicação das bactérias.

Para reduzir a CPP, é preciso:

- Higiene nos processos de ordenha;
- Limpeza dos equipamentos e utensílios;
- Atenção na linha de vácuo, principalmente quando se trata de ordenhas “balde ao pé”. A linha de vácuo deve ser destampada semanalmente e lavada com água morna e detergente alcalino clorado;
- Atenção à quantidade de água necessária para a lavagem dos equipamentos de ordenha (são 10 litros de água por conjunto de ordenha);
- Atenção à dosagem dos detergentes e sanitizantes;
- Que a temperatura de entrada da água no sistema seja de 70 °C e > 40 °C de saída;
- Atenção ao funcionamento do tanque (regulagem do termômetro);
- Que o leite seja refrigerado o mais rápido possível; e
- Que o leite atinja temperatura menor que 4 °C em até duas horas após o término da ordenha.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Gestão zootécnica na pecuária de leite: a categorização do rebanho

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!