WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Super dicas sobre criação de tambaquis

O tambaqui (Colossoma macropomum) pode chegar a 90 centímetros de comprimento e pesar 30 quilos

Super dicas sobre criação de tambaquis

“O tambaqui (Colossoma macropomum) é um peixe de água doce com escamas. Sua dentição é forte, adaptada para quebrar castanhas, que fazem parte da sua dieta. Já suas brânquias apresentam espinhos finos e longos e suas nadadeiras são adiposas e curtas, com raios nas extremidades”, explica Manuel Vazquez Vidal Junior, zootécnico e professor do Curso CPT Criação de Pacu e Tambaqui.

Além disso, essa magnífica espécie de peixe apresenta corpo na cor parda (parte superior) e preta (parte inferior), podendo chegar a 90 centímetros de comprimento e pesar 30 quilos quando o manejo alimentar é realizado da forma adequada. Para começar uma criação de tambaquis, é indispensável a licença ambiental emitida por órgãos competentes, que regulam o setor.

Características ideais do tanque


O primeiro passo é projetar a quantidade de peixes a ser cultivada no tanque. Suas dimensões devem considerar a área de 1 m² por peixe. Quanto à profundidade, ela deve ser de 1,5 metro. Já as bordas do tanque devem apresentar a inclinação de 1 metro, para facilitar o processo de despesca. O abastecimento pode ser realizado com água de lagos e rios.

Aquisição dos alevinos e aclimatação


Para produzir tambaquis de qualidade, o piscicultor deve atentar para a sanidade e a genética dos alevinos. Alguns produtores preferem adquirir larvas para que eles mesmos produzam os alevinos em suas propriedades. Os exemplares devem estar em boas condições de saúde para serem transportados sem perdas significativas.

Eles devem ser transportados em sacolas plásticas com água. Ao chegarem ao local definitivo, deve ser realizada a aclimatação, ou seja, misturar a água do tanque com a água do saco plástico. Em seguida, os alevinos devem ser soltos em uma gaiola com tela instalada no tanque até que se adaptem definitivamente.

Alimentação e monitoramento


A alimentação dos tambaquis ocorre em fases distintas até a engorda dos peixes. Em geral, é fornecida ração flutuante, parcelada em três frações, uma pela manhã, outra por volta do meio dia e mais uma ao fim da tarde. Cada refeição deve durar até 10 minutos. Trimestralmente, deve ser realizado o monitoramento dos peixes para pesagem e medição de 10% dos peixes.

Qualidade da água


A água dos tanques deve ser substituída quando sua transparência apresentar menos de 15 centímetros de visibilidade. Para medição, normalmente é utilizado o disco de Sech com fita métrica. Outra forma de manter a qualidade da água é com o uso de bombas para recirculação da água. Com a boa oxigenação, é possível criar mais tambaquis por metro quadrado (até 3 peixes/m²).

Conheça os Cursos CPT da Área Piscicultura:

Criação de Pacu e Tambaqui

Criação de Peixes - Como Implantar uma Piscicultura

Cultivo de Peixes em Sistemas de Recirculação de Água - RAS

Fonte: Sebrae

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Criação de Peixes em Viveiros Escavados

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!