WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Fisioterapia e reabilitação animal: como avaliar o paciente

Ao chegar à clínica, o primeiro exame que o médico veterinário deve fazer com o paciente ortopédico é a anamnese, isto é, uma entrevista para saber o histórico da vida do animal

Fisioterapia e reabilitação animal: como avaliar o pacientes   Artigos CPT

Geralmente, os pacientes ortopédicos chegam à clínica apresentando claudicação, dificuldades ou alterações no modo de locomover, sentar, deitar e levantar. Essas alterações são primeiramente observadas pelo proprietário que percebe um comportamento diferente da forma que o animal costumava agir e andar.

“Ao chegar à clínica, o primeiro exame que o médico veterinário deve fazer com o paciente ortopédico é a anamnese, isto é, uma entrevista para saber o histórico da vida do animal. Essas informações são obtidas somente com o auxílio do proprietário”, explica Ana Carolina Silva Faria, professora do Curso CPT Fisioterapia e Reabilitação Animal.

Anamnese é a primeira forma de se obter informações sobre as alterações apresentadas pelo paciente: como e quando a movimentação do animal começou a se alterar. Observe as perguntas que devem ser feitas ao proprietário no caso de pacientes ortopédicos:


a) O animal claudica (está mancando) ou não?
b) Quais são os membros envolvidos?
c) A claudicação é pior em alguma parte do dia?
d) Há quanto tempo está claudicando?
e) A claudicação piora com a temperatura ou com a prática de exercícios?
f) O animal já passou por algum tratamento ou diagnóstico
clínico/ ortopédico?
g) Já fez algum exame de imagem para diagnóstico dessa alteração?

A anamnese permite que se faça a construção da história clínica do paciente. Esse histórico auxilia o médico veterinário a definir o tratamento fisioterápico de acordo com as necessidade e características de cada paciente. Quando o animal chega à clínica com diagnóstico fechado, ou seja, por meio de encaminhamento de outro profissional, o médico veterinário deverá entrar em contato com o profissional que prestou atendimento e solicitar o prontuário do paciente bem como informações adicionais sobre o proprietário e o animal.

A avaliação do paciente é feita por meio da observação do animal juntamente com o proprietário. É necessário observar o animal em diversas posições antes de prosseguir para os exames físicos. Devemos avaliar o paciente também em movimento: enquanto caminha, a trote e a galope, quando possível. Durante a avaliação, o médico veterinário deve atentar para a presença ou não de atrofia muscular.

Uma das formas mais eficientes de se avaliar a presença de atrofia no membro pélvico é fotografar o animal posicionado em estação e de costas para a câmera. Ao fazer a avaliação do paciente junto com o proprietário, o médico deverá perceber o comportamento do dono do animal para verificar se a pessoa é capaz de colaborar ou não com o tratamento em casa ou durante as sessões de fisioterapia. Muitos animais se sentem acuados ou estressados diante dos donos, enquanto outros se sentem mais à vontade com o proprietário.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Gostou do assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


O uso da termoterapia na fisioterapia e reabilitação animal

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!