WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Médico Veterinário Fisiatra: o que ele faz e qual a sua área de atuação

O fisiatra é médico veterinário especializado em fisioterapia animal. Os profissionais que atuam em fisioterapia veterinária devem ser formados em instituições reconhecidas pelo MEC

Médico Veterinário Fisiatra: o que ele faz e qual a sua área de atuação   CPT

O fisiatra é o profissional médico veterinário especializado em fisioterapia animal. Os profissionais que atuam em fisioterapia veterinária são médicos veterinários formados em instituições reconhecidas pelo MEC. “Após a graduação, o profissional que deseja atuar na área de fisioterapia veterinária deverá fazer uma especialização - pós-graduação lato sensu - em fisioterapia animal”, explica Ana Carolina Silva Faria, professora do Curso CPT Fisioterapia e Reabilitação Animal.

O Conselho Federal de Medicina Veterinária - CFMV - estabeleceu uma resolução que define as atividades de profissionais de fisioterapia animal – Resolução no 850 de 05 de Dezembro de 2006. O fisiatra deve seguir uma filosofia para obter sucesso no tratamento dos pacientes. Essa filosofia apresenta os seguintes princípios:


• Atentar-se para evidências científicas de uso de cada exercício e modalidade.
• Realizar os tratamentos de forma individualizada.
• Avaliar o paciente como um todo.
• Seguir os mesmo princípios da fisioterapia humana.

Na clínica fisioterápica, a prioridade é a qualidade de vida sem a administração de remédios:

• Controle da dor.
• Amplitude de movimento.
• Ações anti-inflamatórias.
• Melhora da função estomacal devido à redução de remédios.
• Retorno da função motora.
• Qualidade de vida.

Benefícios e contraindicações:

• Não há contraindicações para a fisioterapia e reabilitação em animais.
• Porém alguns casos requerem cautela quanto ao uso de aparelhos bioestimuladores e exercícios terapêuticos.
• Nos casos de cirurgia, é necessário aguardar o período de 30 dias para início da fisioterapia.

A fisioterapia acelera a recuperação do animal e promove uma melhor aptidão física após as intervenções cirúrgicas. Lembre-se que nenhum animal é igual ao outro e cada paciente deve ser avaliado como um todo.

O proprietário deve ser lembrado que nenhum animal irá ter o mesmo tipo de recuperação que outro, ainda que estejam passando pelo mesmo tratamento. O tempo de recuperação depende do tipo de tratamento, de cada tipo de animal e do comprometimento do proprietário para com o tratamento.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Gostou do assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


O uso da termoterapia na fisioterapia e reabilitação animal

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!