WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Necropsia em equinos? Faça a retirada dos órgãos corretamente

Se você é um médico veterinário e é chegada a hora de fazer a sua primeira necropsia, saiba, então, que a correta retirada dos órgãos é de extrema importância para o seu trabalho

Necropsia em equinos? Faça a retirada dos órgãos corretamente   Artigos CPT

Se você é um médico veterinário e é chegada a hora de fazer a sua primeira necropsia em um equino, saiba, então, que a correta retirada dos órgãos é de extrema importância para o seu trabalho. Portanto, todo cuidado e a máxima atenção ao processo devem ser encarados à risca. A princípio, é bom ressaltar que a retirada dos órgãos só possível após a abertura de todas as cavidades.

“Devem-se cortar os ligamentos existentes sem puxar pelos órgãos, pois isso pode fazê-los arrebentar”, explica João Paulo Machado, professor do Curso CPT Anatomia Patológica: Técnicas de Necropsia. No esôfago, na altura em que alcança o diafragma, é preciso fazer duas ligaduras com um barbante ou material semelhante e cortar entre elas.


Ligaduras no esôfago Artigos CPT

Foto: Ligaduras no esôfago Artigos CPT

Aderido ao estômago, encontra-se o baço. Para separá-lo, é preciso, com uma tesoura, cortar a rede de mesotélio, chamada de omento maior, que prende esses dois órgãos. Para retirar o estômago, a exemplo do que foi feito com o esôfago, é preciso fazer duas ligaduras no duodeno para que não extravase conteúdo do trato gastrointestinal e cortar entre elas.

Para retirar o intestino, também fazer uma dupla ligadura, mas agora na altura do ânus. Após retirar todos os órgãos, é preciso fazer uma avaliação geral da carcaça, realizando cortes nos mais diferentes músculos para observar a presença de lesões. Também, deve-se analisar o tecido ósseo, procurando sinais de fraturas e avaliando a mineralização dos ossos. Por último, procede-se à desarticulação da cabeça do cadáver na região atlanto-occipital.

Saiba mais sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Necropsia em equinos: exame dos órgãos do sistema respiratório

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!