WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

O que fazer para garantir uma terminação mais eficiente dos suínos?

A terminação é a última fase da vida dos suínos, que devem engordar até atingirem o peso ideal de abate

Suínos - imagem ilustrativa

Paulo Henrique Reis Furtado Campos, professor do Curso CPT Manejo de Leitões do Nascimento à Terminação, explica que a suinocultura está cada vez mais no topo do agronegócio, mas os criadores precisam realizar adequadamente todos os protocolos ideais de manejo de leitões, passando pela maternidade, por exemplo, até chegar à terminação.

Com a grande valorização dessa atividade, exige-se maior qualidade na carne suína. E, todo o manejo com os suínos, sobretudo ao final da criação, é determinante para garantir um lote com mais qualidade e, consequentemente, mais valorizado no mercado e mais lucrativo para os suinocultores.

A terminação é a última fase da criação de suínos e é durante ela que ele deverá engordar até a comercialização. Ela é, ainda, dividida em duas etapas: recria ou crescimento, quando os suínos são nutridos para crescerem; e a terminação de fato, último momento para que os animais cheguem ao peso ideal pra o abate.

Então, o que o suinocultor pode fazer para que o manejo dessa fase seja eficiente?

- Idade de transferência dos leitões

Com o objetivo de se obter resultados satisfatórios com os suínos, o ideal é que a transferência dos leitões seja feita no momento correto. Recomenda-se realiza-la entre 63 e 70 dias de vida, época em que os suínos, a depender do sistema de produção, devem estar com peso entre 18 a 25 kg.

- Instalações de terminação

Para realizar uma correta terminação, as instalações dedicadas a essa fase precisam ser adequadas. Em relação à ocupação, o sugerido é que o número de suínos por baia seja de 1 animal para cada m², número que pode variar de acordo com os comedouros e os bebedouros que as baias possuem. 

- Controle da temperatura

Outro fator imprescindível para garantir suínos bem terminados é o controle da temperatura, que proporciona aos suínos mais conforto térmico e absorção dos nutrientes. Isso se justifica pelo fato de que, quando os animais estão em temperaturas adequadas, o corpo direciona os nutrientes para o crescimento, evitando que eles sejam perdidos na tentativa de manter a temperatura corporal. Aproximadamente 18°C é a temperatura recomendada e, quando ela está inadequada, os próprios suínos demonstram: se muito quente, os animais ficam ofegantes e muito espalhados; se muito frio, eles se amontoam.

- Separação dos leitões

A separação dos animais por idade e sexo é necessária, pois essa ação será determinante para as seguintes etapas do manejo. A partir dela, é possível, também, identificar animais que estão doentes ou machucados, separando-os até que estejam recuperados. Suínos muito leves poderão receber um manejo especial para que cheguem ao peso ideal.

- Água e alimentação

Em qualquer fase da vida dos suínos, o fornecimento de água e de alimentação é vital. Na terminação, a ração adequada para essa fase é importante e pode ser oferecida de forma restrita ou à vontade, dependendo do manejo. A água, além de hidratar, favorece também a higiene dos suínos e tem que ser oferecida sempre fresca, mas sem desperdício.

- Manejo sanitário

Nessa fase, a ocorrência de doenças pode custar caro para os produtores, haja vista que a produtividade é prejudicada e os suínos podem crescer sem saúde. Por conta disso, siga sempre a vacinação e a medicação determinadas pelo veterinário, evite causar estresse a toda a criação e não negligencie a higiene do local onde os porcos são criados.

- Tecnologias

Hoje, o suinocultor tem à sua disposição uma grande variedade de tecnologias que auxiliam na obtenção de melhores resultados com a fase da terminação. O acompanhamento do lote pode ser facilitado com elas e, com um controle mais eficiente, as falhas são minimizadas e, em muitos casos, evitadas.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Medicina Veterinária:

Manejo de Leitões do Nascimento à Terminação
Suínos: Produção e Principais Doenças
Fisiologia Veterinária Sistemática

Fonte: Granter – granter.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!