WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Percussão e auscultação do abdômen: como fazer?

A percussão é um exame feito no animal quando está posicionado em decúbito lateral. Visa localizar a presença de sons anormais na cavidade abdominal

Percussão e auscultação do abdômen: como fazer?   Artigos CPT

A percussão é um exame feito no animal quando está posicionado em decúbito lateral. Visa localizar a presença de sons anormais na cavidade abdominal. “O médico utiliza os dedos para fazer uma pressão sobre a parede do abdômen e, por isso, esse tipo de percussão é chamada de dígito-digital. Nesse tópico, abordaremos a percussão e auscultação do abdômen de caninos e felinos”, explica Gustavo Carvalho Cobucci, Professor do Curso CPT Semiologia Veterinária.

Itens a serem observados durante a percussão e auscultação do abdômen de cães e gatos


Itens a serem observados durante a percussão e auscultação do abdômen de cães e gatos Artigos CPT

Durante a percussão abdominal, o médico deverá avaliar a existência de sons normais provenientes de alças intestinais e do estômago onde é comum encontrar um pouco de líquido e um pouco de ar. Quanto maior a quantidade de ar nos órgãos, mais timpânico o som será aos nossos ouvidos. Na região do fígado, o som é denominado mate ou maciço.

Dependendo do local onde o médico irá percutir na região do abdômen do animal, percebe-se os sons normais e também alterações no som, por exemplo, locais onde se deveria ouvir um som claro e ouve-se um som maciço indicando a existência de massas ou outras condições anormais dentro do abdômen do animal. Ao fazer a auscultação dos borborigmos intestinais, o médico percebe o trânsito de líquidos e ar dentro do intestino. A auscultação é feita utilizando-se o estetoscópio, o que possibilita ao médico prever possíveis diarreias quando o som dos borborigmos ocorre de maneira mais intensa.

Ao realizar o exame de percussão, percebe-se que órgãos ocos como estômago e intestino apresentam som claro, timpânico, devido à presença de ar e líquido. Já o fígado, por ser um órgão maciço, reverbera um som mate ou maciço. O médico utiliza uma das mãos aberta sobre o abdômen do paciente, enquanto a outra mão dá pequenos toques na ponta do dedo médio. Essa ação libera sons à medida que o médico percorre a região abdominal, repetindo o gesto.

Percussão dígito-digital em cães


Percussão dígito-digital em cães Artigos CPT

Quando o Médico Veterinário quer verificar a presença de acúmulo de líquido na cavidade abdominal e não dentro dos órgãos, pode fazer uma prova chamada de Prova de Ondulação ou Baloteamento. Para fazer a prova de ondulação, o médico deve introduzir uma das mãos sob o abdômen do animal e utiliza o indicador da mão oposta para fazer pressão na região abdominal. Em seguida, solta rapidamente o dedo indicador.

Prova de ondulação: (A) Pressão do indicador sobre a região abdominal e (B) Solta-se o dedo indicador rapidamente


Prova de ondulação: (A) Pressão do indicador sobre a região abdominal e (B) Solta-se o dedo indicador rapidamente Artigos CPT

Caso exista líquido livre na cavidade abdominal, ele formará uma onda que será percebida pelo médico com a mão que está posicionada sob o abdômen do animal.

A auscultação é feita com o objetivo de avaliar a existência de alterações no peristaltismo do animal. Isso é feito ouvindo-se os borborigmos: movimentos e ruídos do trato gastrointestinal produzidos por líquidos e ar presentes nessa região.

O veterinário utiliza um estetoscópio para auscultar todas as sub-regiões do abdômen: epigástrica, mesogástrica e hipogástrica


O veterinário utiliza um estetoscópio para auscultar todas as sub-regiões do abdômen: epigástrica, mesogástrica e hipogástrica Artigos CPT

O médico deve atentar para possíveis diferenças no som de borborigmos do estômago até o intestino grosso. Essa percepção facilita detectar alterações pontuais no sistema gastrointestinal e permite ao Veterinário explicar para o proprietário do animal que o aumento dos sons indica o desenvolvimento de um quadro de diarreia.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Gostou da matéria? Leia mais sobre o assunto abaixo:


- Vai avaliar cães e gatos? Garanta uma contenção perfeita, então!

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!