WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vai avaliar cães e gatos? Garanta uma contenção perfeita, então!

A correta contenção é importante, pois garante a integridade física do Médico Veterinário, bem como a preservação do animal, evitando danos físicos durante as intervenções médicas

Vai avaliar cães e gatos? Garanta uma contenção perfeita, então!   Artigos CPT

A contenção tem como principal objetivo restringir, ao máximo, a atividade física do animal, visando propiciar a realização de avaliação do paciente ou executar procedimentos clínicos. “A correta contenção é importante, pois garante a integridade física do Médico Veterinário, bem como a preservação do animal, evitando danos físicos durante as intervenções médicas”, explica Gustavo Carvalho Cobucci, Professor do Curso CPT Semiologia Veterinária.

Há dois tipos de contenção:


• Contenção física: na qual o Médico Veterinário faz uso de determinados materiais utilizando as próprias mãos.
• Contenção química: exercida por meio do uso de fármacos cujos níveis variam desde a tranquilização até a anestesia geral. Os níveis de administração da contenção química devem corresponder às necessidades avaliadas pelo Médico Veterinário.

Os principais objetivos da contenção são:


• Proteger o examinador, auxiliares e o animal.
• Facilitar o exame físico e a obtenção de informações para diagnóstico do paciente.
• Evitar fugas e acidentes, por exemplo, a ocorrência de fraturas.
• Permitir procedimentos diversos (administração de medicação injetável, curativos, cateterização, exames complementares, etc.).

Nesse sentido, existem certas recomendações gerais para a realização da contenção física, entre elas:


• Evitar movimentos bruscos diante do paciente. Deve-se levar em conta que, ao retirarmos o animal de seu ambiente natural, sujeitamos o mesmo a certo nível de stress. Nessas situações, qualquer tipo de movimento brusco do Veterinário diante do paciente pode causar desconfortos e criar maior dificuldade para conter e realizar exames.
• Tentar ganhar a confiança do paciente. Como fazer isso? Antes de fazer a contenção, é preciso aproximar-se do animal e promover interações entre examinador e paciente a fim de que o cão ou o gato possam sentir-se mais confortáveis durante o exame.
• Iniciar a contenção sempre pelo padrão mais simples para a espécie. O Médico Veterinário deve utilizar, sempre que possível, o menor número de recursos durante a contenção. Desse modo, o
paciente se sentirá mais à vontade e permitirá a realização de exames da maneira mais natural possível.
• Evoluir, se necessário, para métodos mais enérgicos e radicais.

Não sendo possível utilizar recursos reduzidos durante a contenção, o Médico Veterinário deverá atentar para a possibilidade de se fazer uso de métodos enérgicos e radicais. Devido à diferenciação de métodos de contenção, nessa unidade, abordaremos em um primeiro momento a contenção física em cães e, posteriormente, a contenção física em gatos.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Gostou da matéria? Leia mais sobre o assunto abaixo:


Inspeção e palpação da boca de gatos. Como fazer?

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!