WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Vai fazer necropsia em frangos? Aprenda um pouco mais sobre isso

Após a realização da anamnese, é preciso iniciar a necropsia para observar as alterações internas das aves. É inevitável, então, o sacrifício de alguns animais

Vai fazer necropsia em frangos? Aprenda um pouco mais sobre isso   Artigos CPT

Após a realização da anamnese, é preciso iniciar a necropsia para observar as alterações internas das aves. É inevitável, então, o sacrifício de alguns animais. "Para tal, o médico veterinário deve escolher tanto animais que estejam aparentemente saudáveis quanto animais que já apresentem o quadro suspeito, tendo o cuidado de evitar ao máximo espécimes já mortos, pois suas características de autólise poderão se confundir com os processos patológicos", explica Marcelo Dias da Silva, professor do Curso CPT Avicultura – Produção e Principais Doenças.

A técnica mais utilizada para a eutanásia é o deslocamento cervical, pois é o que provoca menos sofrimento quando realizada de modo correto e rápido. Basta segurar a ave pelos pés com uma das mãos, com a outra, segurar na região do início do pescoço e realizar o deslocamento.


Modo correto de segurar a ave para realizar o deslocamento cervical   Artigos CPT

Foto: Modo correto de segurar a ave para realizar o deslocamento cervical

Em casos de suspeita de zoonoses graves, como influenza aviária, além de luvas, é preciso que o veterinário esteja usando máscaras e, se possível, ainda outros equipamentos de segurança. Com a ave devidamente eutanasiada, o primeiro passo é fazer uma incisão na região tóraco-abdominal, entre o esterno. Desse modo, colocamos a ave em decúbito dorsal, umedecemos levemente a plumagem e retiramos, manualmente, o excesso de penas da região para que a incisão seja realizada com a tesoura ou com o bisturi.


(A) Incisão sendo realizada com uma tesoura e (B) incisão completa Artigos CPT

Foto: (A) Incisão sendo realizada com uma tesoura e (B) incisão completa Artigos CPT

É possível observar na figura uma grande quantidade de gordura abdominal em coloração amarela. A ave demonstrada é uma poedeira em idade avançada e, nessa categoria animal, é comum um volume de gordura elevado, uma vez que é preciso colesterol para a produção de hormônios sexuais, sem os quais não há a produção de ovos. Desse modo, para facilitar a observação, é necessário remover esse excesso de matéria adiposa, cuidando, obviamente, para não danificar as demais estruturas internas. Em alguns casos, é preciso aprofundar ainda mais a incisão, removendo ou mesmo quebrando manualmente o esterno da ave para facilitar a análise da cavidade abdominal.


Carcaça com o esterno quebrado e excesso de gordura removido Artigos CPT

Foto: Carcaça com o esterno quebrado e excesso de gordura removido

O primeiro ponto importante é observar como está a ossificação coxofemoral. Isso é necessário porque, na avicultura de corte, particularmente em frangos, há linhagens de grande capacidade de crescimento e, muitas vezes, essa ossificação não acompanha adequadamente a estrutura da ave. A verificação pode ser feita segurando firmemente as coxas do animal analisado, e quebrando as articulações para observar o ruído característico de “creck”.


Segurando as coxas da ave para quebrar as articulações Artigos CPT

Foto: Segurando as coxas da ave para quebrar as articulações Artigos CPT

A seguir, é preciso remover um pouco mais o esterno para expor os grupos musculares da coxa para a observação no nervo ciático.


Nervo ciático Artigos CPT

Foto: Nervo ciático

Esse nervo, quando saudável, tem aspecto branco. Caso tenha uma cor avermelhada ou enegrecida, é muito sugestiva a ocorrência de uma doença chamada Doença de Marek, daí a importância dessa análise.

Gostou da matéria? Saiba mais sobre o assunto na(s) matéria(s) abaixo:


O custo da alimentação para a avicultura Brasileira

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!