WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Veterinário, responda: o que é cardiomiopatia dilatada em cães e gatos?

Estudando medicina veterinária? Então responda: o que é cardiomiopatia dilatada em cães e gatos? Quais são as raças de cães mais acometidas por essa doença? Não sabe? Pois bem, vamos lá

Veterinário, responda: o que é cardiomiopatia dilatada em cães e gatos?   Artigos CPT

Estudando medicina veterinária? Então responda: o que é cardiomiopatia dilatada em cães e gatos? Quais são as raças mais acometidas por essa doença? Não sabe? Pois bem, vamos lá. “A cardiomiopatia dilatada é uma doença do músculo cardíaco caracterizada por uma dilatação das câmaras cardíacas, gerando progressiva redução da capacidade de bombear sangue por um ventrículo ou por ambos, levando a uma contratilidade inadequada”, explica Luiz Eduardo Duarte de Oliveira, professor do Curso CPT Cardiologia de Cães e Gatos.

Coração com cardiomiopatia dilatada.   Artigos CPT

Foto: Coração com cardiomiopatia dilatada.

Essa enfermidade pode acometer cães e gatos, porém é mais comum em cães, sendo considerada uma doença miocárdica primária. Observa-se, com maior frequência, o acometimento em cães de grande porte e gigante, de 4 a 10 anos de idade, sexo masculino. Raças predispostas à doença são: Doberman, São Bernardo, Dogue alemão, Boxer e Terra Nova.

Afinal, quais as possíveis causas da cardiomiopatia dilatada em cães e gatos? São elas:


• Alterações metabólicas.
• Deficiências nutricionais.
• Infecções.
• Base genética.
• Toxinas.

Patogenia da cardiomiopatia dilatada.   Artigos CPT

Foto: Patogenia da cardiomiopatia dilatada.

A doença apresenta sinais clínicos inespecíficos? Sim. Os principais deles são:


• Fraqueza.
• Dispneia/taquipneia.
• Letargia.
• Anorexia.
• Intolerância ao exercício.
• Distensão abdominal.
• Síncope.
• Síncope.
• Tosse.
• Caquexia cardíaca.

No exame físico do paciente com cardiomiopatia dilatada, pode ser observado sopro (geralmente leve), arritmias, pulso rápido ou fraco, mucosas pálidas e TPC (Tempo de preenchimento capilar) inadequado.

Gostou do assunto? Leia também a matéria abaixo:


 - Cardiomiopatia hipertrófica felina tem cura? Como tratar?

Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!