WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Covid-19: como limpar e desinfetar ambulância

Os profissionais devem conhecer as técnicas de limpeza, os equipamentos e os produtos a serem utilizados, para eliminar as possibilidades de infecção e transmissão do Covid-19 entre os usuários da ambulância

Covid 19: como limpar e desinfetar ambulância   Artigos CPT

Os profissionais responsáveis pela execução dos serviços de limpeza em ambulâncias devem ser altamente competentes nessa função, conhecendo bem as técnicas de limpeza, os equipamentos e os produtos a serem utilizados, a fim de eliminar qualquer possibilidade de contaminação ou transmissão do Covid-19 aos usuários.

“Os profissionais responsáveis pela limpeza e higienização de ambulâncias devem ser fiéis às instruções e recomendações passadas pelos supervisores de limpeza; devem ser éticos durante o seu trabalho; devem trabalhar sempre uniformizados; e, por fim, devem ser caprichosos, cuidadosos e rápidos, para concluir o serviço rapidamente, sem danificar nada e liberar a ambulância para uso no menor tempo possível”, explica José Osnar Viviani, professor do Curso CPT Como Montar e Operar uma Empresa de Limpeza.

Dependendo do tipo de sujeira existente na ambulância, para que a limpeza seja eficiente, a remoção dos corpos indesejáveis precisará ser feita, utilizando-se mais de uma etapa, tais como:


- Higienização
Refere-se à remoção de sujidades invisíveis a olho nu, principalmente a eliminação de microrganismos.
- Desinfecção
Em alguns casos, a limpeza poderá ser complementada com a desinfecção, que é a eliminação de microrganismos patogênicos, os quais, quando presentes em um ambiente, poderão causar mau cheiro ao ambiente e, até mesmo, a transmissão de doenças ao ser humano.
- Sanificação
Refere-se à redução do número de microrganismos em níveis toleráveis.
- Esterilização
É obtida quando se consegue fazer a eliminação de todas as formas de microrganismos.
- Assepsia
É a ação preventiva para evitar a contaminação ou retorno de microrganismos.

Para a correta limpeza e higienização de ambulâncias:


1- Materiais e equipamentos necessários
- cloro ( de 2.0 a 2,5%) – Uma parte de cloro para quatro de água;
- cloro em pó;
- desinfetante germicida, diluído conforme especificações;
- esponja macia;
- pano de algodão;
- luva de látex;
- 2 frascos pulverizadores, contendo soluções de detergente e cloro respectivamente;
- baldes;
- água limpa.

2- Procedimento sequencial
- reunir o material necessário para execução da atividade.
- iniciar a limpeza úmida ou lavagem com enxágue de toda a parte interna da ambulância, utilizando desinfetante germicida e pano de limpeza umedecido com o produto.
- concluir a limpeza, pulverizando com solução de cloro toda a parte interna da ambulância, considerando os materiais que nela existem, a fim de não danificar qualquer material ou utensílio por causa do efeito do cloro.
- coletar todos os resíduos internos, acondicionando-os em saco de lixo branco leitoso, e disponibilizando-os para descarte conforme orientação da chefia.
- recolher todo o material e equipamentos em local adequado.

3- Limpeza geral da ambulância
- a limpeza das superfícies pode ser feita diariamente com água e sabão. Um pano embebido em álcool, após a limpeza, para ajudar na remoção de gorduras e auxiliar a secagem rápida pode ser uma boa opção. O colchão e travesseiro forrados com plástico após a limpeza podem sofrer higiene complementar com hipoclorito de sódio para auxiliar na remoção de sujidade aderida. Podem ser opcionalmente higienizados com água oxigenada onde houver sangue. Não deve ser utilizada sistematicamente para evitar corrosão de partes metálicas inadvertidamente atingidas.
- a limpeza completa interna e externa de todos os componentes da ambulância deve ser realizada em intervalos previamente fixados, de acordo com a disponibilidade.
- nessas ocasiões, devem ser retirados todos os materiais, macas, etc., e outros itens devem ser limpos em todos seus segmentos com a maior frequência possível. Tal procedimento deverá durar aproximadamente duas horas.

Observação importante:


Essa limpeza é apenas higienização do ambiente interno, necessário entre um atendimento e outro, devendo ser realizado toda vez que o posto de atendimento médico julgar necessário.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no Vídeo abaixo:


Conheça os Cursos CPT da área Pequenas Empresas.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!