WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Gerenciamento da produção de pequenas empresas

O processo de produção engloba algumas etapas que devem ser bem planejadas e executadas para garantir um produto de qualidade

Gerenciamento da produção - imagem meramente ilustrativa

Hélvio Tadeu, professor do Curso CPT Como Administrar Pequenas Indústrias, ressalta que a melhor estratégia para administrar uma indústria, considerando a oferta de produtos e o relacionamento com os clientes, está longe de ser alcançada. Essa procura tem desafiado os administradores, preocupados em controlar os seus custos, colocar os produtos no mercado, com a máxima qualidade e com o menor preço.

Em pequenas empresas, a produção compreende desde a aquisição dos materiais para a fabricação até a disponibilização dos produtos nas prateleiras para que sejam vendidos ou consumidos. Logo, torna-se essencial gerenciar todo esse processo, uma vez que os benefícios desse gerenciamento são importantes.

A organização de todo o processo de produção permite que se fabrique produtos com mais qualidade, que se entregue todos os pedidos dentro dos prazos estabelecidos e que se mantenha o estoque sempre adequado. Consequentemente, a empresa deixa seus clientes mais satisfeitos e lucra mais.

A seguir, apresentamos algumas informações importantes sobre o gerenciamento da produção de pequenas empresas:

O processo de produção

Em primeiro lugar, é necessário entender como funciona o processo de produção para que ele possa ser gerenciado corretamente. Ele engloba a transformação de entradas em saídas, isto é, transformação de matéria-prima em produto final.

- Entradas: todos os recursos utilizados na fabricação do produto, como ingredientes, tecidos, chapas e barras de metais, madeira, papel e cimento.
- Transformação: consiste na modificação das entradas, como mistura e preparo de receitas, corte e costura de tecidos, moldura de peças de metal, corte e polimento.
- Saídas: são os produtos acabados e prontos para a venda. Exemplos de saídas são bombons, roupas, utensílios feitos com metal e impressões.

O gerenciamento da produção

Não há como estabelecer um “padrão” para o gerenciamento da produção de todas as empresas – sejam elas pequenas, médias ou grandes. Isso porque há vários tipos de produtos e cada um deles são produzidos de forma peculiar. Por exemplo:

- Em relação às características de um produto único, é necessário avaliar se ele é feito sob medida, se é perecível ou se há variações de modelo;
- Quando há uma linha de produção de vários tipos, deve-se observar quantos tipos diferentes do produto são produzidos, qual a quantidade mensal da linha de produção e se a produção é feita o ano inteiro ou em determinados períodos apenas.

Dicas para o gerenciamento da produção

- Entradas

No que diz respeito às entradas, torna-se crucial saber planejá-las para que elas não sejam desperdiçadas. De acordo com a necessidade de produção, tudo o que for utilizado deve ser listado e calculado corretamente. Na fabricação de uma receita, por exemplo, verifique o rendimento e multiplique os ingredientes para que, ao final, você tenha a quantidade desejada de produtos.

O planejamento de todas as entradas ainda proporciona diversos benefícios, a exemplo da negociação com fornecedores: se você sabe que vai precisar comprar grande quantidade de tal ingrediente, poderá negociar um valor menor ou um prazo melhor para pagamento. Atenção apenas quando as entradas forem perecíveis.

- Transformação

A hora crucial, de colocar a mão na massa, também deve ser executada com precisão. Todas as operações que transformarão as entradas e saídas precisam de análise e controle e, ainda que seu produto não seja um alimento, ela deverá funcionar como uma receita, respeitando a linearidade do processo. Leve em conta o tempo necessário para transformação e a demanda que você possui.

- Saídas

O gerenciamento da produção termina nas saídas, pois seu produto agora está pronto para ir para o estoque ou diretamente para o cliente – quando se trabalha com encomendas. O controle do estoque é imprescindível, haja vista que produto parado nele significa dinheiro que não “volta” para a sua empresa.

- Pontos importantes

A observação minuciosa de todos esses processos faz com que sua empresa consiga entregar os produtos no prazo necessário e permite otimização do negócio como um todo. Em relação à produção, nada é apenas um detalhe e cabe aos administradores dar atenção a quaisquer pontos durante o processo.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Pequenas Indústrias:

Como Administrar Pequenas Indústrias
Como Montar uma Pequena Fábrica de Produtos de Chocolate
Como Montar uma Pequena Fábrica de Alimentos Congelados

Fonte: Nomus Blog Industrial – nomus.com.br/blog-industrial/
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!