WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

A utilização de florais de Bach no controle emocional

Os florais de Bach são divididos em grande sete grupos, cada um relacionado a uma emoção humana

Floral - imagem ilustrativa

A utilização de plantas como forma de tratar doenças é uma prática tão antiga quanto a história da humanidade, haja vista que muitas delas possuem princípios ativos que funcionam como um remédio natural que, atualmente, pode ser associado a tratamentos tradicionais e conseguem potencializar a recuperação dos pacientes.

Nesse contexto, estão os florais de Bach, que são um composto de essências retirados de flores com o poder de curar doenças por meio da harmonização e controle de nossas emoções. Logo, podemos perceber que, além de beleza, essas plantas também podem significar saúde e qualidade de vida.

Olinto José de Oliveira Neto, professor do Curso CPT Florais – Preparo e Utilização, destaca que os vários tipos de florais vêm sendo cada vez mais comercializados e se constituem como uma terapia alternativa, a partir da diluição de essências de flores, que, inclusive, podem ser combinadas a depender do paciente que os consumirá.

Surgimento e utilização dos florais de Bach

Edward Bach foi o pai dos florais desse tipo, o que justifica o seu nome. Na década de 30, 38 essências naturais extraídas de flores foram desenvolvidas com a finalidade de tratamento de desequilíbrios emocionais, cada uma associada a uma emoção humana. Destaca-se, nos dias de hoje, que o principal órgão de saúde do mundo – a OMS (Organização Mundial da Saúde) – reconhece esse tipo de medicamento como um tratamento natural.

Elaboração dos florais

São dois os métodos através dos quais é possível extrair as essências para a obtenção do floral: o solar, que consiste em colocar as flores em um recipiente de vidro com água mineral e expô-las ao sol por três horas; e a ebulição, com a fervura das flores em uma panela com água por um período de 30 minutos. Após qualquer um desses métodos, dilui-se e se acrescenta álcool de cereais, brandy ou conhaque, além de glicerina, que tem a função de conservar a substância.

Mecanismo de ação

Desde muito tempo, acredita-se que o surgimento de doenças pode ser acarretado, dentre outros motivos, por fatores psicológicos, mentais e até por estados de espírito. Por conta disso, sabendo que o desequilíbrio de emoções afeta negativamente o nosso estado de saúde, os florais funcionam como um regulador e ajudam no reequilíbrio pessoal graças à ação energética dos compostos que as flores utilizadas possuem. Consequentemente, com a mente, o emocional e o físico em harmonia, revela-se o potencial desse produto.

Os florais

Como mencionado, Bach desenvolveu 38 essências florais, que foram divididas em 7 grandes grupos, apesar de cada uma atuar em um desequilíbrio específico:

Medo

Uma das principais aflições das pessoas, o medo é capaz de levar a distúrbios psicológicos graves. Para evitá-lo, há cinco florais: Mimulus, indicado para pessoas que têm medo de coisas conhecidas e timidez; Rock Rose, para quem tem terrore medo paralisante; Cherry Plum, ideal para quem tem medo de perder o controle; Aspen, para medo de coisas desconhecidas; e Red Chestnut, para excesso de preocupação pelo bem-estar de seus próximos.

Falta de interesse pelas circunstâncias atuais

O popular desânimo ou cansaço mental e psicológico pode ser tratado com sete florais diferentes: Clematiz, para quem sonha com o futuro sem trabalhar no presente; Olive, para exaustão após esforço mental ou físico; Chestnut Bud, para incapacidade de aprender com seus próprios erros; Honeysuckle, para quem costuma “viver no passado”; Wild Rose, feito par quem tem a sensação de andar à deriva, é apático e resignado; Mustard, para quem apresenta tristeza profunda e sem motivo aparente; e White Chestnut, para quem tem pensamentos indesejados e incontroláveis e/ou conflitos mentais.

Indecisão e insegurança

Nesse caso, há seis florais que atuam na indecisão e na insegurança, duas emoções comuns em grande parte das pessoas: Cerato, para quem tem falta de confiança nas suas próprias decisões; Scleranthus, para quem tem dificuldade de escolher; Gentian, para quem se desanima de primeira ou após uma contrariedade; Gorse, para os desesperados; Wild Oat, para quem tem dúvidas sobre qual rumo tomar na vida; e Hornbeam, para quem apresenta sentimento de cansaço.

Solidão

São três os florais que ajudam a superar a solidão: Impatiens, para quem é impaciente; Water Violet, para equilibrar personalidades reservadas e distantes; e Heather, para quem apresenta excesso de preocupação por si e personalidade egoísta.

Hipersensibilidade às influências e opiniões

Quatro essências visam combater essa emoção humana: Agrimony, para quem tem pensamentos ruins e inquietação interior por trás de uma aparência alegre; Centaury, para quem tem dificuldade em dizer não; Walnut, para proteção de influências indesejadas e em caso de mudança; e Holly, para quem tem ódio, inveja e ciúme.

Desalento e desespero

Vários sentimentos podem provocar a sensação de desalento e desespero, combatida com oito florais desse grupo: Oak, para quem suporte além do limite de suas capacidades; Elm, para sensação de sobrecarga por excesso de responsabilidade; Larch, para falta de confiança; Pine, para culpa; Willow, para autocomiseração e ressentimento; Sweet Chestnut, para angústia mental extrema; Crab Apple, para limpeza e para o sentimento de autorrejeição; e Star of Bethlegem, para choques e traumas.

Preocupação excessiva

Por fim, o grupo da preocupação excessiva contém cinco florais: Beech, para intolerância; Chicory, para egoísmo e possessividade; Rock Water, para autonegação e repressão por rigidez; Vervain, para excesso de entusiasmo; e Vine, para excesso de autoridade e despotismo.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Plantas Medicinais:

Florais – Preparo e Utilização
Farmácia Viva – Princípios Ativos, Identificação e Utilização de Plantas Medicinais
Cultivo Orgânico de Plantas Medicinais

Fonte: Essentia Pharma – essentia.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!