WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Qual a importância das redes sociais para o mercado de trabalho?

Com a popularização das redes, o cuidado com o que se posta tornou-se importante para o perfil profissional

Redes sociais

Marli Moreira, professora do Curso CPT Conquiste o seu Emprego, destaca que bons empregos existem, mas é preciso se preparar para conquistá-los. Desse modo, é preciso estar atento na hora de procurar uma vaga ou participar de um processo seletivo, para que suas chances de obter a colocação desejada no mercado de trabalho multipliquem.

Nesse contexto, entram as redes sociais. A grande popularização dos sites e aplicativos ligados a ela fez com que elas se tornassem importantes não só para o lazer e para o social, como também para o profissional, garantindo a elas um espaço significativo no mercado de trabalho e “obrigando” as pessoas a saberem usá-las.

Redes sociais e o mercado de trabalho

De acordo com o IBGE, mais de dois terços dos brasileiros está online. É possível perceber que, desses, boa parte do tempo conectado é gasto com as diversas redes sociais. Por conta disso, muitas empresas passaram a analisá-las na hora de selecionar novos funcionários, o que confere a elas um aspecto profissional, além do pessoal.

O que é avaliado nas redes sociais?

Até as redes sociais privadas ou “fechadas” são passíveis de análise. Por conta disso, ter cuidado com o que é postado é crucial para que sua imagem profissional não seja prejudicada. A seguir, apresentamos alguns dos pontos que têm sido avaliados em relação às redes:

- Comentários

Vivemos a plena era das opiniões e dos julgamentos. Porém, nem tudo deve ser dito publicamente. Em se tratando do contexto profissional, analisa-se opiniões relacionadas a empresas, chefes e companheiros anteriores de trabalho, pois funcionários que criticam trabalhos anteriores e que tentam prejudicar a imagem de empresas nas quais já tenha trabalhado devem ser evitados.

- Compartilhamentos

Tudo o que você compartilha, reflete um pouco do que você é. Em relação aos compartilhamentos, durante a seleção, é necessário avaliar se o que você compartilha está de acordo com a cultura e os valores da empresa. Isso porque, atualmente, a partir dessa união entre mercado de trabalho e redes sociais, o funcionário representará a empresa mesmo “fora” dela.

- Ortografia

Desvios gramaticais também podem se tornar um problema caso demonstrem que o profissional não está apenas utilizando uma linguagem informal. No ambiente virtual, “td eh possível”, mas é imprescindível que se escreva corretamente, seguindo, por exemplo, regras de concordância.

- Preconceito

Respeito é a base de qualquer relacionamento social. Logo, candidatos que expressam visões preconceituosas, além de serem considerados criminosos, devem ser descartados para que isso não acabe prejudicando a imagem da empresa.

Para que serve cada rede social?

Dentre as mais populares, é possível selecionar 4, como sendo as mais utilizadas:

- Facebook, que já está caindo em desuso, mas ainda possui um número considerado de usuários. É utilizado, geralmente, para o compartilhamento de opiniões, fotos, notícias, mensagens e matérias.
- LinkedIn, rede social com caráter mais profissional e muito utilizada por empresas. Nele, é possível criar um currículo e atualizá-lo em tempo real.
- Twitter, caracterizado por permitir aos usuários que compartilhem comentários curtos sobre assuntos “livres”, pode ser uma opção para avaliar as diferentes opiniões que o candidato possui e emite.
- Instagram, apontado como a principal rede social no mundo, é utilizado para compartilhamento de fotos e para acompanhar a vida pessoal de amigos e de pessoas com as quais você se identifica (cantores, artistas, personalidades da mídia, entre outros).

 


Conheça os Cursos CPT da Área Treinamento Profissional:

Conquiste o Seu Emprego
Gerenciamento de Tempo
Comunicação para o Sucesso Pessoal – Programação Neurolinguística

Fonte: Xerpay Blog – xerpa.com.br/blog/
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!