WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Confira o novo E-Book Como Prevenir Mastite e Produzir Leite de Qualidade

O novo livro digital é constituído de importantes informações sobre higienização na ordenha para a qualidade do leite e muito mais!

Confira o novo E-Book Segredos para Prevenção de Mastite e Produção de Leite de Qualidade

No Brasil, os avanços tecnológicos e a profissionalização da pecuária leiteira colocaram nosso país em destaque entre os maiores produtores de leite do mundo. Para ganhar esse diferencial competitivo, muitos pecuaristas leiteiros investiram freneticamente em boas práticas de manejo na ordenha para garantir leite de qualidade. Até mesmo o Mapa – Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, em 2018, desenvolveu novas Instruções Normativas para regulamentar o setor.

“Com a Instrução Normativa 76 e a Instrução Normativa 77 foram determinadas algumas exigências aos pecuaristas leiteiros, dentre elas: o leite deve apresentar propriedades físico-químicas ideais e deve ser submetido aos testes CCS e CBT”, afirma Leonardo Cotta Quintão, médico veterinário especialista em pecuária leiteira e professor do Curso CPT Como Implementar o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite para Atender à IN 77.

Como todo produto natural e orgânico, o leite é alvo contínuo do ataque de microrganismos patogênicos. Nesse contexto, os pecuaristas leiteiros devem investir todos os esforços para um efetivo controle higiênico-sanitário do gado leiteiro. Quando o produtor de leite implanta em sua propriedade um bom programa de biosseguridade, o leite passa a atender aos padrões de qualidade exigidos pela legislação e pelo mercado.

Essas medidas preventivas são voltadas às boas práticas de higiene e desinfecção (antes, durante e após a ordenha) e aos cuidados com a conservação e o transporte do leite. Normalmente, são utilizados como critérios de avaliação: a ausência de microrganismos causadores de mastite; a ausência de inseticidas, fungicidas e herbicidas; a ausência de antibióticos e demais medicamentos, além da preservação do aroma, da cor, do sabor e da viscosidade naturais do leite.

Com o objetivo de orientar pecuaristas leiteiros ou novos empreendedores do ramo, a equipe de conteúdo desenvolveu o E-Book Como Prevenir Mastite e Produzir Leite de Qualidade. Este é um brinde exclusivo do Grupo CPT, constituído de importantes informações sobre qualidade higiênica do leite cru; contagem de células somáticas no leite; principais agentes contaminantes do leite; principais tipos de mastite no rebanho leiteiro; higienização na ordenha para a qualidade do leite, e muito mais!

Conheça os Cursos CPT da Área Gado de Leite:

Como Implementar o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite para Atender à IN 77

Controle de Mastite (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT) do Leite - De Acordo com a IN 77

Melhoramento Genético de Gado de Leite

Por Andréa Oliveira.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!