WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"Outubro Rosa" abre campanha de prevenção contra o câncer de mama

O Outubro Rosa é um movimento popular criado em 1990 para conscientizar a população, principalmente as mulheres, sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama


O Outubro Rosa é um movimento popular, internacional, iniciado na década de 1990, com a finalidade de conscientizar a população, principalmente as mulheres, sobre a importância do diagnóstico precoce para o controle do câncer de mama e, consequentemente, para a vida. É válido ressaltar aqui, portanto, que quanto antes for diagnosticada a presença da doença nas mamas, maiores são as chances de tratamento e cura.

São inúmeras as atividades desenvolvidas neste mês com o intuito de compartilhar informações sobre a doença, promover a conscientização sobre a necessidade da mamografia para o diagnóstico precoce do câncer, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuir para a redução da mortalidade, além de enfatizar a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas. Aliás, a maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e a idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Há vários tipos de cânceres de mama, alguns com desenvolvimento rápido e outros mais lentos. Ao realizar corretamente o autoexame, por exemplo, é possível verificar se há indício de alguns dos sintomas, como presença de caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); e pequenos nódulos localizados embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço. Outros fatores que aumentam o risco da doença são fatores ambientais e comportamentais, fatores da história reprodutiva e hormonal e fatores genéticos e hereditários.

A indicação do Ministério da Saúde é a realização da mamografia a partir dos 35 anos de idade e, de acordo com orientações médicas, se necessário, repetição anual ou a cada dois anos do exame.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Brasil. Gov.br.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!